Receita — Pele oleosa e com acne — Pasta secativa

Oi, pessoal! Hoje trago para vocês uma receita para pele oleosa inspirada em uma formulação farmacêutica muito conhecida como “pasta d’água”.

A pasta secativa para pele oleosa assim como a pasta d’água, é rica em ingredientes com ação adstringente, refrescante, bactericida e também sebo regulador. Que, por outro lado, serve para o cuidado de assaduras, pele irritada e sensibilizada pela exposição solar. Igualmente também possui propriedades perfeitas para tratar acne e a oleosidade excessiva.

O protagonista desta receita e ativo principal é o óxido de zinco. Já que dele são as principais propriedades do produto.

Pasta para pele oleosa com óxido de zinco para combater oleosidade e acabar com as espinhas

Pele oleosa e com acne — Pasta secativa
Pele oleosa e com acne — Pasta secativa

Óxido de zinco (INCI: zinc oxide — CI 77947) é um composto inorgânico com fórmula ZnO.

Se trata de um pó branco insolúvel em água, utilizado como aditivo em diferentes materiais e produtos. Encontrado no mineral cincita-zincita (óxido vermelho de zinco), com uma cor entre rubro e amarelo por causa do manganésio entre outros minerais e impurezas presentes, mas a maioria do óxido de zinco que consumimos é produzido de forma sintética, devido à dificuldade de encontra-lo de forma natural.

Muito apreciado na cosmética como ingrediente, devido à sua foto estabilidade, pouca ou nenhuma irritabilidade, assim como também por não ser comedogênico. Por isso é muito utilizado no tratamento de peles problemáticas, e em formulações para o cuidado da pele do bebê. Ademais de produtos como cremes e protetores solares. Além disso, possui a capacidade de bloquear raios, UVA e UVB de luz ultravioleta ademais de ser encontrado como ativos em shampoos anti-caspa, pomadas, pastas antissépticas, maquiagem, etc. Principalmente devido a sua ação antisséptica, desodorante, absorvente, adstringente, anti-inflamatória e protetora da pele.

RECEITA

Pasta secativa para pele oleosa e com acne

INGREDIENTES

  • óxido de zinco 7,5 g
  • argila branca caolín 7,5 g
  • glicerina vegetal 7,5 g
  • suco aloe vera ou gel 7,5 g

NOTA

  • A durabilidade é até de 6 meses em boas condições de uso e armazenamento, mas, ao ser uma elaboração caseira, devemos estar atentos a qualquer mudança organoléptica Consumir quanto antes possível.
  • Agite antes de usar.
  • Podemos acrescentar outros ativos para melhorar as propriedades, por exemplo: mentol, pantenol, vitamina A, E, etc.
  • Use gel ou suco de aloe vera de preferência com conservante.

Espero que tenha gostado! Obrigada pela visita e até a próxima receita. ❤️🍃

Este post tem 13 comentários

  1. Que legal Jana! Parabéns demais! Linda receita! Minha pele não é mais oleosa… mas vou indicar para amigas. beijoss

  2. Maravillosa receta!! Puedo poner otro conservante,? Si le pongo gel de aloevera casero xq tengo muchas plantitas en casa ya que tambien uso para los champo

  3. Jana! Bom dia! Tudo bem? Fiquei com vontade de experimentar esta pasta, mas fiquei na duvida de como usa na pele do rosto.

    1. Oi Marta, se tiver a pele muito oleosa, pode usar como máscara. Se quiser apenas secar alguma espinha, aplica na zona a tratar. Assaduras, queimaduras de sol… aplica no local a tratar.

  4. Esse suco de aloe vera, é comprado pronto? Eu posso fazer o meu próprio suco e colocar um conservante? Como eu faço esse suco? Obrigada!

    1. Oi Marcia, processar a aloe vera em casa é um pouco complicado, te recomendo utilizar o suco já comprado a não ser que o produto seja consumido em um período curto de tempo.

  5. Ah, e se eu colocar um conservante, qual seria a quantidade certa pra essa quantitade de creme da receita?

    1. Oi Marcia, te recomendo ler o post que tenho aqui no blog sobre conservação e conservantes.

  6. Gosto muito das suas receitas, vc sempre ensina pequenas quantidades, então eu acho que é mais fácil pra poder vender quantidades personalizadas pra clientes específicos.

Deixe uma resposta

Fechar Menu