Receita — Cera Bellina Homemade

Olá pessoal!

Hoje vamos fazer cera bellina caseira. Uma forma modificada de cera de abelha natural que podemos elaborar em casa e utilizar em nossos cosméticos caseiros.

Anteriormente publiquei uma receita que não era minha, mas hoje trago uma receita própria em base as pesquisas que realizei sobre o tema. Também Irei pouco a pouco publicando outras receitas de emulsionantes caseiros e informação com mais embasamento a medida que os meus experimentos funcionem em relação aos emulsionantes caseiros.

Um emulsionante caseiro não sempre funciona igual que um comprado, porém, não significa que um comprado seja melhor que um caseiro ou vice-versa. Elaborar nosso próprio emulsionante ou ativos cosméticos é um degrau á mais na escada da autonomia.

O que é a cera bellina?

A bellina (INCI: poliglicerol-3) é uma cera com uma melhor afinidade pela água, um produto derivado da cera de abelha natural com capacidade de gelificar óleos.

Cera bellina
Cera bellina

Produz um gel oleoso translucido, suave e estável com uma ótima absorção. Também atua como co-emulsionante na fase oleosa, melhora a estabilidade de alguns ingredientes não solúveis como pigmentos, minerais e polímeros. Além disso, podemos substituir a cera de abelha pela bellina em nossos preparados, o que facilita a incorporação de ativos tipo o mel em bálsamos e manteigas.

RECEITA
Cera bellina
INGREDIENTES
52 g cera de abelha natural ou alba
104 g glicerina vegetal
104 g vinagre de álcool

Modo de preparo:

  • Leva a cera de abelha ao banho-maria até derreter completamente.
  • Acrescenta metade da glicerina e outra metade do vinagre.
  • Aqueça durante 1h no banho-maria, misturando constantemente.
  • Retira do fogo aguarda esfriar até formar um sólido.
  • Separa a parte sólida da líquida. Joga o líquido fora.
  • Leve o sólido novamente ao banho-maria e repita a operação anterior na mesma ordem.
  • Deixe secar durante uns dias antes de utilizar.

Nota

  • Uso recomendado: 2–20%
  • Outra forma de realizar a receita: eliminar a segunda etapa, e adicionar toda a glicerina e o vinagre na primeira etapa da elaboração.
  • O ácido acético age como catalisador.

Espero que tenha gostado! Obrigada pela visita e até a próxima receita ❤️🍃

Este post tem 0 comentários

    1. Jana Leal

      Oi Cris, Obrigada <3 Se usa nas mesmas formulações que se utiliza a cera de abelha comum. Sendo que a cera bellina tem uma melhor performance e um sensorial menos oleoso, e também facilita a introdução de ingredientes hidrofilos sem desfase na fórmula. Ela não emulsiona grandes quantidades de água. Outra vantagem é que ela gelifica óleos e manteigas, no caso, ademais dos produtos no qual estamos acostumados a utilizar a cera de abelha, a cera bellina permite também elaborar géis oleosos.

  1. Obrigada por compartilhar seu conhecimento Jana. O vinagre de álcool seria do mesmo que se compra no supermercado?

    1. Jana Leal

      Oi Suliamar, obrigada<3 O vinagre de álcool pelo menos aqui é vendido no supermercado sim. Ele é o vinagre branco, não é o de uso culinário. Mas se não encontrar esse exatamente, pode comprar o de vinho branco.

  2. Jana, o vinagre de álcool é este comum de uso culinário mesmo?

    1. Jana Leal

      Oi Silmara, o vinagre de álcool não é o de uso culinário, mas pode utilizar o branco de vinho como substituto.

  3. Jana
    Muito obrigada pelas receitas. Tenho muito interesse em saber fazer um condicionador leave in para cacheadas como eu. Faço alguns de uso imediato, mas gostaria de una receita com mais durabilidade para vender… você tem?

    1. Jana Leal

      Oi Daniela Breveglieri. Vou fazer uma receita e publico. Tenho uma receita de leave-on, que em si é bastante parecido. Mas imagino que você queira algo mais fluído para usar em spray?

  4. Oiii, posso substituir a cera de abelha por cera de carnaúba?

Deixe uma resposta

Fechar Menu